Tudo o que você precisa saber antes de abrir uma franquia.

Home / Franquia Brasil Vexado / Tudo o que você precisa saber antes de abrir uma franquia.
Tudo o que você precisa saber antes de abrir uma franquia.

Abrir uma franquia é uma excelente opção para quem deseja empreender. O modelo é vantajoso, uma vez que a idéia já foi aceita pelo público e todo o formato de negócio já foi é entregue pronto ao franqueado, que só deve executá-lo.

Porém, a franquia é um investimento como qualquer outro, e antes de embarcar nessa “aventura”, é necessário analisar pontos importantes. A economista Christiane Monteiro, da Mais Money, separou os pontos chaves que todo interessado em abrir uma franquia deve saber antes de iniciar o negócio.

1 – Escolhendo a franquia – Procure escolher uma marca com que tenha afinidade e de preferência, uma atividade que goste. Experiência na área de atuação pode ser um fator importante na hora de escolher.

2 – Investimento – Assegure-se de que tem o capital necessário para arcar com todas as despesas iniciais do negócio. É preciso arcar com taxas de franquia, royalties, equipamento, dentre outros. Se necessário, informe-se sobre linhas de crédito especiais para franquias.

3 – COF (Circular de Oferta de Franquia) – Analise cuidadosamente esse documento antes de fechar negócio. Compare as diferenças de custos e investimentos de cada marca e escolha o modelo mais vantajoso para você.

4 – Escolha do ponto – O preço do ponto e os alugueis são custos altos e devem ser estudados de acordo com a perspectiva de retorno do investimento. O franqueador poderá ajudar nessa escolha.

5 – Operação da franquia – Analise como será o dia a dia do seu negócio. Verifique se será necessário você estar presente ou se um gerente dará conta do recado. O sucesso do negócio dependerá de você e de sua administração. Treinamento de funcionários, limpeza… Tudo deverá ser levado em consideração na hora da escolha.

6 – Plano de negócios – Lance no seu plano todos os custos com estoque, produtos, serviços, dentre outras despesas e calcule o quanto precisará para faturar para cobri-los. Peça ao franqueador para analisar o plano, que deverá cobrir todos os aspectos do negócio.

7 – Custos fiscais e trabalhistas – Leve em consideração todos os encargos envolvidos a fim de evitar multas e penalidades que poderão acabar com o seu negócio a longo prazo.

Christiane Monteiro, economista para o Portal SuaFranquia